Rollemberg descarta privatizar CEB e Caesb

"O que nós estamos fazendo é uma revitalização dessas empresas com uma gestão completamente profissional, que vem recuperando a capacidade de investimento da CEB e da Caesb", afirmou Rodrigo Rollemberg; a privatização de empresas de energia e de água e esgoto é uma contrapartida proposta pelo governo Michel Temer para renegociar o pagamento das dívidas dos estados com a União

"O que nós estamos fazendo é uma revitalização dessas empresas com uma gestão completamente profissional, que vem recuperando a capacidade de investimento da CEB e da Caesb", afirmou Rodrigo Rollemberg; a privatização de empresas de energia e de água e esgoto é uma contrapartida proposta pelo governo Michel Temer para renegociar o pagamento das dívidas dos estados com a União
"O que nós estamos fazendo é uma revitalização dessas empresas com uma gestão completamente profissional, que vem recuperando a capacidade de investimento da CEB e da Caesb", afirmou Rodrigo Rollemberg; a privatização de empresas de energia e de água e esgoto é uma contrapartida proposta pelo governo Michel Temer para renegociar o pagamento das dívidas dos estados com a União (Foto: Leonardo Lucena)

Brasília 247 - O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, negou nesta quarta-feira (23) a possibilidade de privatização ou concessão das empresas CEB (responsável pela transmissão de energia) e da Caesb (que cuida do abastecimento de água e do esgoto) como contrapartida para a renegociação da dívida com a União.

"Isso não está na agenda do governo de Brasília. O que nós estamos fazendo é uma revitalização dessas empresas com uma gestão completamente profissional, que vem recuperando a capacidade de investimento da CEB e da Caesb", afirmou Rodrigo Rollemberg, no evento em que lançou o edital do Parque de Exposições Agropecuárias Granja do Torto a empresários interessados em administrar o espaço.

Segundo o governo Michel Temer, o estado que firmar um acordo de recuperação fiscal será beneficiado com a suspensão por 36 meses do pagamento das dívidas com a União. A proposta também prevê "flexibilização" da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247