Chuva causa mortes e deslizamento de barreiras no Grande Recife

A Defesa Civil do município informou pouco antes das 8h desta quarta (24) que, em seis horas, foram registrados 101 mm de chuvas, o equivalente a oito dias, de acordo com a média histórica para o mês de julho de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet)

(Foto: Reprodução)

247 - Oito pessoas morreram por conta das chuvas que atingem a Região Metropolitana do Recife desde a madrugada desta quarta-feira (24), segundo o Corpo de Bombeiros. A Defesa Civil do município informou pouco antes das 8h desta quarta (24) que, em seis horas, foram registrados 101 mm de chuvas, o equivalente a oito dias, de acordo com a média histórica para o mês de julho de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Os óbitos aconteceram na Estrada do Passarinho e em Águas Compridas, em Olinda, fronteira com o Norte da capital, e também no bairro de Dois Unidos, no Recife. Na Estrada do Passarinho, as vítimas do deslizamento são um homem de 69 anos e uma mulher de 63. As idades das outras vítimas não foram divulgadas.

Em Jaboatação dos Guararapes, fronteira com o Sul do Recife, sete barreiras deslizaram. De acordo com a prefeitura, ninguém ficou ferido, mas as famílias deixaram suas casas. A Defesa Civil pode ser acionada, no município, pelos telefones 0800 281 20 99 ou (81) 9 9195 6655.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que foi acionado para socorrer feridos, também registrou deslizamento de barreiras no Córrego do Abacaxi, Estrada do Passarinho e no Alto Nova Olinda, em Olinda; na Rua do Bosque, e em cidades como Paulista, e Abreu e Lima.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247