Boca de urna aponta arrancada de Marília Arraes: com 30% deve fazer o "segundo turno dos primos" em Recife

Pesquisa boca de urna do Ibope em Recife mostra arrancada da apontou da candidata do PT à prefeitura da capital pernambucana. Marília Arraes tem 30% dos votos e deve ir ao segundo turno contra seu primo João Campos (PSB), que está em primeiro lugar na disputa, com 35%

Marília Arraes (PT) e João Campos (PSB) disputarão segundo turno em Recife
Marília Arraes (PT) e João Campos (PSB) disputarão segundo turno em Recife (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Pesquisa boca de urna em Recife apontou que a candidata do PT à prefeitura da capital pernambucana, Marília Arraes, vai ao segundo turno contra o postulante João Campos (PSB), filho do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, falecido em agosto de 2014 após um acidente aéreo no estado de São Paulo. De acordo com o levantamento, ela tem 30% dos votos, em segundo lugar, atrás do pessebista, com 35%.

A arrancada de Marília Arraes é espetacular: na pesquisa anterior do Ibope, entre 12 e 14 de novembro, ela tinha 26%, contra 39% de João Campos. Os números de Marília no Ibope deste início de outubro foram: 20%, 17%, 22%, 24%,  26% e, agora, 30%. 

O postulante Mendonça Filho (DEM) tem 19%, seguido pela Delegada Patrícia Domingos (Podemos), com 12%.

A deputada federal Marília Arraes votou na tarde deste domingo (15), no Clube Alemão, biarro de Parnamirim, Zona Norte da cidade. A candidata chegou ao local às 13h18, acompanhada pelo candidato a vice, João Arnaldo (PSOL), pela filha, Maria Isabel, de 5 anos, e a enteada Maria Rita, de 10 anos.

Depois de votar, ela fez um sinal de comemoração com as mãos. "É o V da vitória e da virada", disse, informalmente, enquanto era fotografada.

O candidato João Campos votou, no início da tarde deste domingo (15), na Escola Cândido Duarte, no bairro de Apipucos, também na Zona Norte do Recife. Ele chegou ao local acompanhado pela candidata a vice, Isabella de Roldão (PDT), e por familiares e apoiadores.

"Chegamos aqui acreditando que é possível sim construir o Recife que a gente imagina, sonha e deseja", disse. "Fizemos uma campanha altiva, pra cima, crescendo a cada dia e dialogando com o futuro da cidade do Recife", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247