Dino: Temer e Parente jogaram o país no caos

Governador do Maranhão fez um violento ataque ao governo Temer e à situação em que ele e Pedro Parente lançaram o país; para Dino, governo é "ilegítimo, sem autoridade, submisso a interesses estrangeiros na gestão da Petrobras." E completou: "Jogaram o País no caos e a democracia em risco"; o governador se disse inconformado com o fato de Lula estar preso neste momento dramático

Presidente da Embratur, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto sobre a redução dos preços dos hotéis no RJ para o Rio+20
Presidente da Embratur, Flavio Dino, durante entrevista no Palácio do Planalto sobre a redução dos preços dos hotéis no RJ para o Rio+20 (Foto: Voney Malta)

Maranhão 247 - O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), fez um violento ataque ao governo Temer e à situação em que ele e Pedro Parente lançaram o país. Escreveu Dino em sua página no Facebook que o governo Temer é "ilegítimo, sem autoridade, submisso a interesses estrangeiros na gestão da Petrobras." E completou: "Jogaram o País no caos e a democracia em risco". O governador se disse inconformado com a prisão de Lula neste momento dramático: "Não consigo me conformar que o País viva esse caos e tenham imposto o encarceramento do principal líder político nacional, capaz de construir saídas pactuadas: Lula, ilegalmente levado à prisão, sem crime e sem provas".

A íntegra da nota do governador do Maranhão:

As atitudes de empresários de transportes e de caminhoneiros derivam de vários fatores. Um dos mais relevantes é termos um governo federal ilegítimo, sem autoridade, submisso a interesses estrangeiros na gestão da Petrobras. Jogaram o País no caos e a democracia em risco.

Não consigo me conformar que o País viva esse caos e tenham imposto o encarceramento do principal líder político nacional, capaz de construir saídas pactuadas: Lula, ilegalmente levado à prisão, sem crime e sem provas.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247