Empresas estrangeiras podem investir até US$ 10 bi em refinaria no Maranhão

Empresas chinesas, indianas e iranianas poderão investir entre US$ 7 bilhões e US$ 10 bilhões na construção de uma refinaria de petróleo no Maranhão, afirmou o secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix; unidade teria capacidade para processar 300 mil barris de petróleo por dia

SAO PAULO 12-02-2015 ECONOMIA NEGOCIOS REVAP SAO JOSE DOS CAMPOS FOTO AGENCIA PETROBRAS
SAO PAULO 12-02-2015 ECONOMIA NEGOCIOS REVAP SAO JOSE DOS CAMPOS FOTO AGENCIA PETROBRAS (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Reuters - Empresas chinesas, indianas e iranianas poderão investir entre 7 bilhões e 10 bilhões de dólares na construção de uma refinaria de petróleo no Maranhão, afirmou nesta sexta-feira a jornalistas o secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, que disse prever uma decisão sobre o tema para 2018.

Em um evento no Rio, o secretário afirmou que as conversas sobre o negócio entre as companhias e o governo local estão avançando. A unidade teria capacidade para processar 300 mil barris de petróleo por dia.

Por Rodrigo Viga Gaier

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247