Feirão Imobiliário movimentou R$ 513 milhões

Superadas as expectativas de público e de negócios fechados na primeira edição do Feirão Imobiliário do Servidor Público; nos dois dias do evento, a iniciativa do governo estadual contabilizou mais de 15 mil atendimentos; as empresas parcerias comemoram o número de negócios cadastrados para posterior análise; do total de imóveis negociados foram 50% na planta, 30% em construção e 20% prontos para morar, segundo dados do Sinduscon-MA 

Superadas as expectativas de público e de negócios fechados na primeira edição do Feirão Imobiliário do Servidor Público; nos dois dias do evento, a iniciativa do governo estadual contabilizou mais de 15 mil atendimentos; as empresas parcerias comemoram o número de negócios cadastrados para posterior análise; do total de imóveis negociados foram 50% na planta, 30% em construção e 20% prontos para morar, segundo dados do Sinduscon-MA 
Superadas as expectativas de público e de negócios fechados na primeira edição do Feirão Imobiliário do Servidor Público; nos dois dias do evento, a iniciativa do governo estadual contabilizou mais de 15 mil atendimentos; as empresas parcerias comemoram o número de negócios cadastrados para posterior análise; do total de imóveis negociados foram 50% na planta, 30% em construção e 20% prontos para morar, segundo dados do Sinduscon-MA  (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Maranhão 247 - Superadas as expectativas de público e de negócios fechados na primeira edição do Feirão Imobiliário do Servidor Público. Nos dois dias do evento, a iniciativa do governo estadual contabilizou mais de 15 mil atendimentos e a movimentação de R$ 513 milhões em propostas apresentadas. As empresas parcerias comemoram o número de negócios cadastrados para posterior análise. Do total de imóveis negociados foram 50% na planta, 30% em construção e 20% prontos para morar, segundo dados do Sindicato das Empresas da Construção Civil do Maranhão (Sinduscon-MA). 

De acordo com a secretária de Estado de Cidades (Secid), Flávia Alexandrina Moreira, o feirão “superou as nossas expectativas e também das construtoras e imobiliárias participantes, pelo volume de negociações propostas e pelo grande fluxo de pessoas circulando no evento". "Isso, graças às condições disponibilizadas pelo governo estadual nesta iniciativa”, disse.

O presidente do Sinduscon, Fábio Nahuz, avaliou o evento como "uma congregação de forças com o objetivo de melhorar as de negociações do setor da construção civil e oportunizar aos servidores públicos moradias melhores”.

Os contratos, agora, passarão por análise das instituições financeiras, em acordo com as regras de financiamento. Na página do evento,www.feiraoimobiliario.ma.gov.br, os servidores poderão se informar mais sobre o processo, ter acesso à listagem de bairros com imóveis disponíveis e simular as condições para financiar. Todas as propostas finalizadas no evento têm validade pelos próximos seis meses.

Oportunidade de negócios

O Feirão Imobiliário do Servidor Público foi realizado dias 12 e 13, no Multicenter Sebrae e foi voltado exclusivamente para funcionários públicos. Foram disponibilizados mais de 20 mil imóveis, entre casas e apartamentos, novos na planta e prontos para morar, com vantagens exclusivas para esse público. As empresas participantes concederam descontos entre 5% e 20%, e, em alguns casos, isenção de Imposto de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI).

O Feirão Imobiliário do Servidor integra o programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’ e teve parceria das prefeituras de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa, Imperatriz, Caxias, Balsas e Barreirinhas; das instituições Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon), Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), Sebrae, Corregedoria de Justiça; Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Brasedco; além dos cartórios da capital.

*Com informações divulgadas pelo governo estadual 
 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email