Flávio Dino defende liberdade de Lula: foi um processo sem juiz

"Tenho confiança de que a Constituição e as leis vão prevalecer no julgamento no STF, sobre habeas corpus do ex-presidente Lula. A imensa maioria dos juristas, no Brasil e fora dele, sabe que o processo tem que ser anulado e começar novamente, já que foi um processo sem juiz", afirmou o governador do Maranhão, Flávio Dino

247 - O governaodr do Maranhão, Flávio Dino, defendeu a liberdde do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e criticou a condenação dele no processo do triplex em Guarujá (SP).

"Tenho confiança de que a Constituição e as leis vão prevalecer no julgamento no STF, sobre habeas corpus do ex-presidente Lula. A imensa maioria dos juristas, no Brasil e fora dele, sabe que o processo tem que ser anulado e começar novamente, já que foi um processo sem juiz", escreveu o chefe do Executivo maranhense no Twitter.

O Supremo Tribunal Federal julga nesta terça-feira (25) dois Habeas Corpus dos advogados o ex-presidente, sendo um contra a decisão do Superior Tribunal de Justiça que rejeitou a absolvição de Lula e outro que pede a suspeição do ministro da Jusitça e Segurança Pública, Sérgio Moro, que era juiz da Operação Lava Jato em primeira instância.

Reportagens do site Intercept Brasil apontaram que Moro interferiu no trabalho de procuradores. Segundo uma das matérias, o procurador Deltan Dallagnol duvidava da existência de provas contra Lula, acusado de ter recebido um apartamento da OAS como propina. 

"No dia 9 de setembro de 2016, precisamente às 21h36 daquela sexta-feira, Deltan Dallagnol enviou uma mensagem a um grupo batizado de Incendiários ROJ, formado pelos procuradores que trabalhavam no caso. Ele digitou: 'Falarão que estamos acusando com base em notícia de jornal e indícios frágeis… então é um item que é bom que esteja bem amarrado. Fora esse item, até agora tenho receio da ligação entre petrobras e o enriquecimento, e depois que me falaram to com receio da história do apto… São pontos em que temos que ter as respostas ajustadas e na ponta da língua'", diz o site.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247