Flávio Dino sobre a cloroquina: no MA são médicos que receitam remédios e não políticos

"Aqui no Maranhão, os médicos decidem sobre quais remédios os doentes de coronavírus devem tomar. Portanto, é mais um delírio politizar o debate sobre cloroquina", afirmou governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB). Jair Bolsonaro tem defendido que é possível curar a doença com o remédio hidroxicloroquina, medicamento ainda sem comprovação científica

(Foto: 247 | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), afirmou que no seu estado "os médicos decidem sobre quais remédios os doentes de coronavírus devem tomar". O Brasil tem pelo menos 11,4 mil confirmações e 495 mortes provocadas pela covid-19.

"Aqui no Maranhão, os médicos decidem sobre quais remédios os doentes de coronavírus devem tomar. Portanto, é mais um delírio politizar o debate sobre cloroquina. É tema técnico, não ideológico", disse.

Jair Bolsonaro tem defendido que é possível curar a doença com o remédio hidroxicloroquina. O medicamento que está sendo testado, mas sem comprovação científica, de acordo com Luiz Vicente Rizzo, diretor de Pesquisa do Hospital Albert Einstein, que coordena estudos com 70 hospitais e 1.360 pacientes submetidos ao tratamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email