Juiz impede ex-governador da Paraíba de participar de jantar pela democracia em São Paulo

Por não se tratar de uma "necessidade", como uma complicação médica, o juiz Carlos Antônio Sarmento proibiu a ida do ex-governador Ricardo Coutinho a São Paulo

www.brasil247.com - Gleisi, Ricardo Coutinho e Lula
Gleisi, Ricardo Coutinho e Lula (Foto: ABr | Stuckert)


247 - O gabinete do desembargador Ricardo Vital, da Justiça da Paraíba, proibiu o ex-governador Ricardo Coutinho de ir à São Paulo para participar do jantar organizado pelo grupo Prerrogativas, no último domingo (19), que reuniu o ex-presidente Lula e diversas lideranças democráticas. 

Por não se tratar de uma "necessidade", como uma complicação médica, o juiz Carlos Antônio Sarmento proibiu a ida. Coutinho foi preso no âmbito da Operação Calvário em 2019. Sua esposa também foi convidada ao evento do Prerrô.

"O requerente não apresentou argumentos plausíveis e concretos aptos a justificar a flexibilização da cautelar fixada pela c. Corte Superior e a concessão da pretendida autorização. Em que pese os fins do Grupo Prerrogativas, o evento (jantar) é festivo, uma confraternização", escreve.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email