Segurança de Adriano da Nóbrega entregou localização do miliciano à polícia

De acordo com o secretário de segurança pública da Bahia, Maurício Barbosa, o segurança não sabia do histórico de crimes de Adriano. Ele será investigado favorecimento pessoal, porte ilegal de arma e lavagem de dinheiro

Ex-capitão do Bope Adriano da Nóbrega, acusado de chefiar milícias no Rio.
Ex-capitão do Bope Adriano da Nóbrega, acusado de chefiar milícias no Rio. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

247 - Um homem que fazia a segurança do miliciano Adriano da Nóbrega, morto em operação policial no último final de semana, foi quem entregou à polícia sua localização, confirma o secretário de segurança pública da Bahia, Maurício Barbosa.

Segundo Barbosa, o segurança não sabia do histórico de crimes de Adriano. O homem será investigado por favorecimento pessoal, porte ilegal de arma e lavagem de dinheiro.

Sobre uma suposta troca de tiros entre policiais e o miliciano, o secretário defendeu que os agentes da polícia tenham tomado a decisão de abater Adriano. "Estávamos diante de uma pessoa de alta periculosidade, envolvidos em diversos crimes e com treinamento de tiro, pois chegou a ser um policial de operações especiais. Óbvio que queríamos efetuar a prisão, mas jamais iríamos permitir que um dos nossos ficasse ferido ou saísse morto do confronto".

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247