"Ser o pior governador na visão de Bolsonaro é uma honraria", ironiza Dino

Alvo da xenofobia e da discriminação por parte de Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou considerar uma “honraria” ser considerado o “pior dos gestores” pelo presidente; "Só sei que sou o pior dos gestores na visão dele, o que para mim é uma honraria”, disse

Flavio Dino e Jair Bolsonaro
Flavio Dino e Jair Bolsonaro

247 - Alvo da xenofobia e da discriminação por parte de Jair Bolsonaro, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou considerar uma “honraria” ser considerado o “pior dos gestores” pelo presidente. “Só sei que sou o pior dos gestores na visão dele, o que para mim é uma honraria”, disse Dino à coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. 

“Em um dia, ele atacou Míriam Leitão, desprezou a fome –contrariando a ciência e o senso comum, pois basta andar na rua–, e chamou os governadores do Nordeste de ‘paraíbas’. A cabeça dele é movida pelo confronto, e o coração, infelizmente, está possuído de ódios”, ressaltou o governador.  

Dino, considerado um dos melhores governadores do país, com índice de aprovação de 59% segundo pesquisa Exata/JP, afirmou que irá esperar, juntamente com outros governadores do Nordeste, uma manifestação do Palácio do Planalto sobre o vídeo no qual Bolsonaro aparece atacando o governador e o Nordeste. 

Dino ressaltou, ainda, que ao usar termos depreciativos contra a Região, Bolsonaro pode ter incorrido em “crime de preconceito regional, equiparado ao de racismo”. No vídeo, Bolsonaro também diz ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, para “não ter nada para esse cara (Dino)”, o que revela “desvio de finalidade da gestão por quebra de impessoalidade.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247