TCU vai investigar compra de 500 respiradores pela Prefeitura do Recife

TCU suspeita de “condutas ilegais e fraudulentas” na contratação da empresa Juvanete, que atua com produtos veterinários e colchões. A compra de 500 respiradores destinados ao combate da Covid-19 teria custado R$ 11,5 milhões

Tribunal de Contas da União (TCU)
Tribunal de Contas da União (TCU) (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu procedimento para apurar a compra de 500 respiradores feita pela Prefeitura do Recife para o combate à Covid-19. 

Segundo reportagem do blog do jornalista Lauro Jardim, o TCU suspeita de  “condutas ilegais e fraudulentas” na contratação da empresa Juvanete, que atua com produtos veterinários e colchões. Os respiradores teriam custado R$ 11,5 milhões e os recursos foram repassados pelo governo federal. 

De acordo com a reportagem, o procurador Marinus Marsico, teria visto indícios de que a Juvanete seria uma empresa de fachada e de que as irregularidades suspeitas teriam contado com a participação de servidores públicos. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247