Alesp aprova feriado no estado de São Paulo na segunda-feira

A medida é uma tentativa do governo de ampliar o isolamento social no Estado, que concentra a maioria dos casos confirmados e mortes pela covid-19 e se transformou no epicentro do vírus no país

Quarentena contra coronavírus em São Paulo deixa as ruas vazias
Quarentena contra coronavírus em São Paulo deixa as ruas vazias (Foto: Amanda Perobelli/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247  - A Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) aprovou um projeto de lei que antecipa o feriado de 9 de julho (Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25). A medida é uma tentativa do governo de ampliar o isolamento social no Estado, que concentra a maioria dos casos confirmados e mortes pela covid-19 e se transformou no epicentro do vírus no país. A informação é do portal UOL. 

Segundo a reportagem, o texto foi aprovado sem votar as emendas. A sessão foi paralisada às 4h por falta de quórum. Uma sessão extraordinária foi convocada para esta sexta-feira, às 10h, para continuar o debate do projeto.

Somando a nova norma às antecipações já sancionadas pelo prefeito Bruno Covas (PSDB), a capital paulista deverá ter um "megaferiado" de seis dias. O feriado começou na quarta-feira, e agora tende a se estender até a próxima segunda.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247