Bolsonaro bloqueia Janaina Paschoal no Twitter

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) disse que foi bloqueada no Twitter por Jair Bolsonaro depois que a parlamentar passou a criticá-lo em meio a manifestações que estimulam um golpe no País. Também chegou a pedir o afastamento dele

Janaína Paschoal e Jair Bolsonaro
Janaína Paschoal e Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) disse que foi bloqueada no Twitter por Jair Bolsonaro depois que a parlamentar passou a criticar atos que estimulam um golpe no País e a postura dele na pandemia do coronavírus. Ela já pediu que ele saia da presidência da República e afirmou que se arrependeu do voto. 

Em sua de suas mais recentes críticas a Bolsonaro, ela afirmou que ele "dificuldade de conviver com a diferença" e sua desorganização vem desde a época da campanha eleitoral. "Eu previa [que Bolsonaro seria assim], mas não tanto", admitiu a deputada em entrevista ao portal Uol

"Durante a campanha, houve momentos em que tentei organizar, conversei com várias pessoas, conversei com o ministro [Paulo] Guedes, de quem gosto muito. Eles tinham dificuldade de organização, de montar equipe. Se ofenderam muito quando pedi um plano para a educação, para a saúde", continuou.

Em março, Janaina criticou Bolsonaro por ter ido a atos de rua. Autoridades de saúde recomendam que as pessoas evitem aglomerações para diminuir a propagação da Covid-19.  "É um crime contra a saúde pública. Esse senhor tem que sair da Presidência da República. (...) Deixa o Mourão conduzir a nação. Não tem mais justificativa. (...) Eu me arrependi do meu voto. (...) As autoridades têm que se unir e pedir para ele se afastar", disse ela em discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo. "Eu me arrependi do meu voto". 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email