Bolsonaro fala pela primeira vez sobre morte de Marielle Franco

O deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência pelo PSL, afirmou que irá manter o silêncio sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro; no entanto, disse que já foi a mais de 20 enterros de policiais militares nos últimos meses e nenhum jornalista criticou os demais presidenciáveis por não terem comparecido a esses sepultamentos nem feito declarações sobre os homicídios dos policiais; "Nos enterros dos PMs nenhum presidenciável foi e vocês não deram porrada neles como dão em mim. Vou me manter silente (sobre Marielle)"

O deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência pelo PSL, afirmou que irá manter o silêncio sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro; no entanto, disse que já foi a mais de 20 enterros de policiais militares nos últimos meses e nenhum jornalista criticou os demais presidenciáveis por não terem comparecido a esses sepultamentos nem feito declarações sobre os homicídios dos policiais; "Nos enterros dos PMs nenhum presidenciável foi e vocês não deram porrada neles como dão em mim. Vou me manter silente (sobre Marielle)"
O deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência pelo PSL, afirmou que irá manter o silêncio sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro; no entanto, disse que já foi a mais de 20 enterros de policiais militares nos últimos meses e nenhum jornalista criticou os demais presidenciáveis por não terem comparecido a esses sepultamentos nem feito declarações sobre os homicídios dos policiais; "Nos enterros dos PMs nenhum presidenciável foi e vocês não deram porrada neles como dão em mim. Vou me manter silente (sobre Marielle)" (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - O deputado Jair Bolsonaro, pré-candidato à presidência pelo PSL, afirmou que irá manter o silêncio sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), no Rio de Janeiro.

No entanto, disse que já foi a mais de 20 enterros de policiais militares nos últimos meses e nenhum jornalista criticou os demais presidenciáveis por não terem comparecido a esses sepultamentos nem feito declarações sobre os homicídios dos policiais.

"Nos enterros dos PMs nenhum presidenciável foi e vocês não deram porrada neles como dão em mim. Vou me manter silente (sobre Marielle)", disse Bolsonaro ao jornal O Globo

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247