Bretas condena Cabral a mais de dez anos por corrupção

Sentença incluiu outros quatro réus acusados de esquema de propina montado por ex-governador do Rio de Janeiro no Palácio Guanabara

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Adriana Cruz, Metrópoles - O juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas, condenou o ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral por corrupção passiva a mais dez anos e quatro meses de prisão. Preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, Cabral tem penas somadas que ultrapassam os 300 anos de condenações.

Denunciado em 2018 pelo Ministério Público Federal (MPF), Cabral é acusado de receber 1% de propina, batizada de taxa de oxigênio, da Construtora Oriente, via Secretaria de Obras, então comandada por Hudson Braga, entre os anos de 2010 a 2014. Foram mapeados contratos de mais de R$ 1,5 milhão.

Leia mais no Metrópoles.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email