Carlos Bolsonaro divulga fake news segundo a qual o clã seria "vítima" de um golpe

“Sim, a democracia corre perigo. Há uma tentativa de tomar o poder em curso, mas os responsáveis são exatamente os que acusam", escreveu o vereador Carlos Bolsonaro. "Leiam abaixo e lembrem-se da máxima: sempre que as velhas raposas acusam alguém de estar fazendo algo, é porque são eles que estão fazendo e 50 vezes pior”, acrescentou

Carlos e Jair Bolsonaro
Carlos e Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) tenta desmentir as acusações de que Jair Bolsonaro está articulando um golpe de estado. Segundo o parlamentar, “os que acusam” seu pai são os responsáveis por colocar a democracia em perigo.

“Sim, a democracia corre perigo. Há uma tentativa de tomar o poder em curso, mas os responsáveis são exatamente os que acusam. Leiam abaixo e lembrem-se da máxima: sempre que as velhas raposas acusam alguém de estar fazendo algo, é porque são eles que estão fazendo e 50 vezes pior”, escreveu Carlos.

O filho de Bolsonaro fez referência a uma publicação do Antagonista, portal defensor de Sergio Moro e da Lava Jato, que traz trechos de uma declaração do deputado bolsonarista Luiz Philippe de Orléans e Bragança sobre as acusações de golpe por Bolsonaro.

Em entrevista, Bragança afirma que “o mais importante é a população se colocar contra o Congresso”. “Está havendo uma mobilização no Congresso de partidos, deputados e senadores, que bolaram uma estratégia para enquadrar um possível pedido de impeachment num modelo sequencial”, disse.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247