Carlos Minc: Crivella consolida Teocracia no Rio

Ex-ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc destaca que o prefeito do Rio de Janeiro, que é evangélico, "permite cultos na Câmara, proíbe exposições de arte, restringe manifestações de LGBTs e religiões afro"

Ex-ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc destaca que o prefeito do Rio de Janeiro, que é evangélico, "permite cultos na Câmara, proíbe exposições de arte, restringe manifestações de LGBTs e religiões afro"
Ex-ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc destaca que o prefeito do Rio de Janeiro, que é evangélico, "permite cultos na Câmara, proíbe exposições de arte, restringe manifestações de LGBTs e religiões afro" (Foto: Gisele Federicce)

Rio 247 – Ex-ministro do Meio Ambiente no governo Lula, Carlos Minc faz uma crítica nesta terça-feira 10 ao prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que é evangélico.

Para ele, "Crivella consolida Teocracia no Rio. permite cultos na Câmara, proíbe exposições de arte, restringe manifestações de LGBTs e religiões afro".

Em outra postagem na rede social, pela manhã, o ex-ministro comentou a censura contra exposições artísticas. Crivella publicou um vídeo na semana passada proibindo a exposição Queermuseu, que já havia sido censurada em Porto Alegre.

"Obscurantismo usa moralismo para atacar Liberdades, cultivar Autoritarismo. Se fossem à Capela Sistina, ao Louvre pediriam para Crivella fechar", ironizou Minc.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247