Chamado de 'coronel' por Fernando Holiday, Ciro tem pedido de indenização negado

Ex-ministro Ciro Gomes (PDT) recorreu à Justiça alegando ter sofrido "abalo moral", após o vereador de São Paulo Fernando Holiday (Patriota) chamar o ex-governador do Ceará de "coronel". O pedetista pediu indenização de R$ 50 mil, o que lhe foi negado

Fernando Holiday e Ciro Gomes
Fernando Holiday e Ciro Gomes (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A juíza Juliana Pitelli da Guia, da 39ª Vara Cível de São Paulo, julgou improcedente a ação de indenização por danos morais proposta pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) contra o vereador Fernando Holiday (Patriota-SP). O caso é do ano passado. 

O ex-governador do Ceará recorreu à Justiça alegando ter sofrido "abalo moral" por conta de um vídeo feito por Holiday, em que o parlamentar o chama de "coronel", um termo ofensivo e acusatório na visão do pedetista. O ex-presidenciável pediu indenização de R$ 50 mil, o que lhe foi negado.

"Assim, ainda que, para o autor, a conduta do réu pareça provocativa e voltada a prejudicá-lo, não ultrapassou o limite da liberdade de expressão, considerado no contexto em tela, em que se tem dois políticos que se opõem", considerou a juíza.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email