Comércio do Rio vendeu menos 8,5% no 1° trimestre

As vendas do comércio varejista da Cidade do Rio de Janeiro caíram 8,5% no acumulado do primeiro trimestre (janeiro/março) em comparação com o mesmo período de 2016; em março, em relação ao mesmo mês do ano passado, o comércio também vendeu menos 8,1%; é o que aponta a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro  (CDLRio), que ouviu cerca de 500 estabelecimentos comerciais

Rio de Janeiro - Milhares de pessoas vão às ruas do Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega) para compras de natal no tradicional centro de comércio popular do Rio de Janeiro.
Rio de Janeiro - Milhares de pessoas vão às ruas do Saara (Sociedade de Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega) para compras de natal no tradicional centro de comércio popular do Rio de Janeiro. (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - As vendas do comércio varejista da Cidade do Rio de Janeiro caíram 8,5% no acumulado do primeiro trimestre (janeiro/março) em comparação com o mesmo período de 2016. Em março, em relação ao mesmo mês do ano passado, o comércio também vendeu menos 8,1%. É o que aponta a pesquisa Termômetro de Vendas divulgada mensalmente pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro  (CDLRio), que ouviu cerca de 500 estabelecimentos comerciais. 

De acordo com o presidente do CDLRio, Aldo Gonçalves, o mês passado repetiu o fraco o desempenho dos meses anteriores. “Para aumentar ainda o quadro de dificuldades enfrentadas pelo comércio, especialmente o carioca, o Estado do Rio de Janeiro enfrenta a maior crise financeira da sua história, o que tem colaborado para afastar ainda mais os consumidores das compras”, diz Aldo. 

O levantamento mostrou que, no mês de março, todos os setores do Ramo Mole (bens não duráveis) e do Ramo Duro (bens duráveis) apresentaram resultados negativos: Confecções (-9%), Tecidos (-9,6%), Calçados (-8,6%), Óticas (-10,6%), Móveis (-1,7%), Jóias (-3,9%) e Eletrodomésticos (-7,9%). 

Em relação às vendas conforme a localização dos estabelecimentos comerciais, a pesquisa mostrou que em março, no Ramo Mole, as lojas do Centro venderam menos 13,2%, as da Zona Norte menos 11,3% e as da Zona Sul menos 3,8%. No Ramo Duro, as lojas do Centro venderam menos 9,4%, as da Zona Norte menos 8% e as da Zona Sul menos 6,6%. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247