Comissão de Frente da Tuiuti é a melhor para júri do Globo; Salgueiro, a melhor escola

Para o júri do Estandarte de Ouro, que é organizado pelo jornal O Globo, a melhor Comissão de Frente foi a do Paraíso Tuiuti; o nome da ala da escola era "O grito de liberdade" e retratou a escravidão; a melhor escola, para o grupo, foi a Acadêmicos do Salgueiro

Para o júri do Estandarte de Ouro, que é organizado pelo jornal O Globo, a melhor Comissão de Frente foi a do Paraíso Tuiuti; o nome da ala da escola era "O grito de liberdade" e retratou a escravidão; a melhor escola, para o grupo, foi a Acadêmicos do Salgueiro
Para o júri do Estandarte de Ouro, que é organizado pelo jornal O Globo, a melhor Comissão de Frente foi a do Paraíso Tuiuti; o nome da ala da escola era "O grito de liberdade" e retratou a escravidão; a melhor escola, para o grupo, foi a Acadêmicos do Salgueiro (Foto: Gisele Federicce)

247 - O júri do Estandarte de Ouro escolheu a Comissão de Frente da Paraíso do Tuiuti como a melhor do Carnaval de 2018 na Sapucaí. O nome da ala era "O grito de liberdade" e retratou a escravidão.

A passagem da alegoria "arrancou aplausos e lágrimas de emoção de quem acompanhou o desfile na Marquês de Sapucaí", destacou a escola em sua conta no Twitter, comemorando o título, que não vale pontuação para a competição final.

O responsável pela coreografia da ala foi Patrick Carvalho. O júri do Estandarte de Ouro é organizado pelo jornal O Globo, e neste ano tem a participação do jornal Extra. Para o júri, a melhor escola foi a Acadêmicos do Salgueiro.

Confira a lista de vencedores:

Escola: Salgueiro

Enredo: Leandro Vieira, Mangueira: "Com dinheiro ou sem dinheiro, eu brinco"

Personalidade do Ano: Martinho da Vila

Comissão de frente: Paraíso do Tuiuti

Mestre-sala: Daniel Werneck, Grande Rio

Porta-bandeira: Verônica Lima, Grande Rio

Puxador: Tinga, Unidos da Tijuca

Bateria: Mocidade Independente

Samba-enredo: "Namastê... A estrela que habita em mim saúda a que existe em você", Mocidade Independente

Passista masculino: André Samma, Vila Isabel

Passista feminino: Dani Moreníssima, Grande Rio

Baianas: Mangueira

Ala: Garra Mangueirense, com o figurino "Bloco de sujo ou vem como pode no meio da multidão"

Revelação: Raphaela, porta-bandeira da Império Serrano

Inovação: Grande Rio (interação entre telão e componentes da comissão de frente)

Uma das alegorias da agremiação - Agência O Globo
Na premiação dos desfiles da Série A no Sambódromo, só deu uma agremiação:

Escola: Acadêmicos do Cubango

Samba-enredo: Acadêmicos do Cubango

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247