Convênio inédito melhora eficiência energética no RJ

Pela primeira vez, uma prefeitura brasileira vai contar com a infraestrutura laboratorial do Inmetro, seu corpo técnico e toda a sua expertise para avaliar produtos, visando a melhoria da qualidade e da eficiência da iluminação pública; a Rioluz e o Inmetro assinaram um acordo de cooperação técnica nesta terça-feira 12; trabalhos começam em julho, com a modernização de 14.773 pontos, como legado dos Jogos Olímpicos em 2016

Pela primeira vez, uma prefeitura brasileira vai contar com a infraestrutura laboratorial do Inmetro, seu corpo técnico e toda a sua expertise para avaliar produtos, visando a melhoria da qualidade e da eficiência da iluminação pública; a Rioluz e o Inmetro assinaram um acordo de cooperação técnica nesta terça-feira 12; trabalhos começam em julho, com a modernização de 14.773 pontos, como legado dos Jogos Olímpicos em 2016
Pela primeira vez, uma prefeitura brasileira vai contar com a infraestrutura laboratorial do Inmetro, seu corpo técnico e toda a sua expertise para avaliar produtos, visando a melhoria da qualidade e da eficiência da iluminação pública; a Rioluz e o Inmetro assinaram um acordo de cooperação técnica nesta terça-feira 12; trabalhos começam em julho, com a modernização de 14.773 pontos, como legado dos Jogos Olímpicos em 2016 (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - Pela primeira vez, uma prefeitura brasileira vai contar com a infraestrutura laboratorial do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), seu corpo técnico e toda a sua expertise para avaliar produtos, visando a melhoria da qualidade e da eficiência da iluminação pública.

A Rioluz e o Inmetro assinaram nesta terça-feira 12 um acordo de cooperação técnica. Os trabalhos começam em julho, com a modernização de 14.773 pontos pela Rioluz como legado dos Jogos Olímpicos em 2016.

"O prazo de execução das obras é de 10 meses, com início previsto para julho de 2015 e término no final de abril de 2016. As obras serão um legado permanente na iluminação pública para cidade após as Olimpíadas e a parceria com o Inmetro será fundamental. Nossa meta é otimizar todo o parque de iluminação da cidade", disse Henrique Pinto, diretor presidente da Rioluz.

Nesta primeira etapa, serão atendidas a orla de Copacabana; o futuro parque Olímpico da Barra da Tijuca; o entorno do Maracanã, o Parque Olímpico de Deodoro; e o Centro, como os Arcos da Lapa. Um investimento de R$ 63 milhões em serviços de substituição das redes (fios) aéreas para rede subterrânea, instalação de novos postes e conserto dos danificados, recuperação de de caixa de passagem e linhas de dutos.

Parte do investimento será destinada à substituição de pontos de luz com lâmpadas a vapor de sódio pelas Luminárias LED, tecnologia com superior capacidade de iluminância, e vida útil. No país, o Inmetro lidera o processo de regulamentação das lâmpadas e luminárias LED. As luminárias LED serão instaladas pela Rioluz nos túneis do Pasmado, Marques Porto e Coelho Cintra e trecho da Estrada do Galeão (em frente à Base Aérea da Aeronáutica), entre outros pontos, e representam redução de consumo de energia em 50% e maior vida útil.

"O Inmetro poderá auxiliar através de testes de laboratórios, otimizando modelo de iluminação já existente e desenvolver modalidades de luminárias e tipos de lâmpadas que iluminem melhor os espaços e a custos menores em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação", explicou Humberto Brandi, diretor de Metrologia Científica do Inmetro.

Um dos projetos de atuação conjunta entre os órgãos públicos será o de sustentabilidade da Gerência de Logística Reversa, setor da Rioluz que cuida da recuperação dos diversos materiais e equipamentos utilizados na iluminação pública.

Com informações da Prefeitura do Rio de Janeiro

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247