Crivella irá recorrer da decisão que suspende apreensão de livros LGBT na Bienal no Livro

Após decisão do presidente do STF, ministro Dias Toffolli, de interromper a apreeensão de livros com temática LGBT da Bienal do Livro, o município do Rio de Janeiro irá interpor embargos de declaração à decisão

Crivella diz que Ciclovia Tim Maia deveria se chamar Vasco: 'vive caindo'
Crivella diz que Ciclovia Tim Maia deveria se chamar Vasco: 'vive caindo' (Foto: FOTO: Elza Fiúza/ABr)

247 - Após a suspensão da apreensão de livros com temáticas LGBT da Bienal do Livro no Rio de Janeiro por decisão do presidnete do STF, ministro Dias Toffolli, Crivella irá recorrer da medida.

Em nota, a prefeitura do Rio de Janeiro diz que irá interpor embargos de declaração à decisão de suspensão. Toffolli "não examina o fundamento da medida tomada pelo município do Rio de Janeiro ao fiscalizar a Bienal do Livro: a defesa de crianças e adolescentes, com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)", de acordo com a Procuradoria Geral do Município.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247