De saída do PSDB, Alckmin participa de evento com França, Kassab e Skaf visando 2022

Presidente do PSD, Gilberto Kassab reforçou convite para que o tucano vá para o partido, enquanto o ex-governador nem mencionou o assunto e disse ser “muito cedo” para definir a filiação

Geraldo Alckmin, Márcio França, Paulo Skaf e Gilberto Kassab
Geraldo Alckmin, Márcio França, Paulo Skaf e Gilberto Kassab (Foto: Fernanda Luz / Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin participou de um evento em Cajamar, na região metropolitana da capital paulista, ao lado do ex-governador Márcio França (PSB), do presidente do PSD, Gilberto Kassab, e do presidente da Fiesp, Paulo Skaf (MDB).

Realizado no plenário da Câmara Municipal de Cajamar, o primeiro encontro regional das juventudes do PSB e PSD reuniu políticos que apoiam Alckmin para o governo do estado e se opõem ao atual governador, João Doria, noticiou a Folha de S.Paulo.

Em seu discurso, Alckmin não fez menção a Doria, mas não poupou crítica sa Jair Bolsonaro. “Falta uma agenda para o país voltar a crescer, não ficar discutindo compra de fuzil. Como o povo vai comprar fuzil, que custa R$ 12 mil, se não tem R$ 100 para comprar botijão de gás?”, disse, sob aplausos.

PUBLICIDADE

Já Márcio França disparou contra o atual governador: “metade do País gosta do Lula, metade gosta do Bolsonaro. Mas há um homem que pode unir o Brasil: João Doria. 100% das pessoas não gostam dele”.

Presidente do PSD, Gilberto Kassab reforçou o convite para que Alckmin vá para o partido durante sua fala. “Estou pronto, Geraldo Alckmin, para no momento [em] que você definir o seu projeto aqui no estado” disse. Enquanto o ex-governador tucano nem mencionou o assunto e disse ser “muito cedo” para definir a filiação.

PUBLICIDADE

Segundo o último Datafolha da disputa em São Paulo, Fernando Haddad (PT) e Alckmin aparecem à frente. O tucano tem 26% das intenções de voto, enquanto o petista vem numericamente em segundo, com 17%. Em um cenário sem Alckmin, Haddad lidera com 23%.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email