Denúncia bloqueia bens de irmão de Baleia Rossi e cita entrega de R$ 1 milhão em dinheiro vivo pela Odebrecht

Irmão do candidato à presidência da Câmara dos Deputados Baleia Rossi (MDB-SP), Paulo Luciano Tenuto Rossi é réu na Justiça Eleitoral em São Paulo, após ser acusado de receber da Odebrecht R$ 1 milhão em dinheiro vivo pago na campanha eleitoral de 2014

Deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP)
Deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP) (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O candidato à presidência da Câmara dos Deputados Baleia Rossi (MDB-SP) tem como uma de suas pendências judiciais pagamentos em espécie em benefício de uma empresa que tinha a mulher dele como sócia e atualmente pertence ao irmão do parlamentar. A informação foi publicada pelo jornal Folha de S.Paulo

Paulo Luciano Tenuto Rossi é réu desde o ano passado em ação penal eleitoral em São Paulo, após ser acusado de receber da Odebrecht R$ 1 milhão em dinheiro vivo pago na campanha eleitoral de 2014 por trabalhos da produtora Ilha Produção Ltda. A empresa pertencia a Vanessa da Cunha Rossi, esposa de Baleia.

O Judiciário bloqueou parte dos bens do irmão do deputado, medida que também valeu para o ex-candidato a governador Paulo Skaf (MDB), presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp).

Skaf e Paulo Luciano são acusados de corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois no processo, aberto em maio pelo juiz eleitoral Marco Antonio Martin Vargas.

De acordo com a denúncia da Promotoria Eleitoral de São Paulo, a Odebrecht se comprometeu com o MDB a destinar R$ 6 milhões à campanha de Skaf naquele ano por meio do Departamento de Operações Estruturadas, divisão responsável por pagamentos dissimulados apelidada de "departamento de propinas". A denúncia apontou que, dessa quantia prometida, R$ 1 milhão em espécie foi para Paulo Luciano, na época contratado pela candidatura para a produção de vídeos por meio da Ilha Produção.

Vanessa Rossi e Baleia não são alvos da denúncia dos promotores e afirmaram não ter relação alguma com as acusações feitas.

Baleia Rossi

Em nota encaminhada à reportagem, Baleia Rossi, por meio de sua assessoria, afirmou que nem ele nem a esposa, Vanessa, têm ligação com as acusações em tramitação na Justiça Eleitoral de São Paulo contra seu irmão.

"Baleia Rossi não tem nenhuma relação com essa acusação e nenhum valor ilícito recebeu. A mulher dele não é parte no caso citado", diz a nota.

A defesa de Paulo Luciano Tenuto Rossi disse que a denúncia "não tem procedência alguma" em relação a ele. "Basta ver que ele foi acusado de corrupção passiva sem jamais ter sido funcionário público; de lavagem de dinheiro em hipótese na qual o STF afasta a sua ocorrência; e falsidade eleitoral sem sequer ter sido candidato em qualquer pleito".

A defesa negou que Paulo Luciano tenha cometido crimes. "Aguarda-se, no momento, decisão do Juízo Eleitoral sobre a defesa apresentada que, se acolhida, levará à extinção do processo".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email