Diante da guerra de facções do PSL, Janaína Paschal vê modelo falido e prega candidaturas avulsas

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) afirma que a guerra entre facções do PSL é irracional e que o Brasil deveria ter candidaturas avulsas. Ela diz: "o problema não é o PSL. O problema está em escravizar as pessoas a partidos. Esse modelo está completamente falido (...) O Pacto de San José da Costa Rica, do qual somos signatários, prevê as candidaturas avulsas, basta observar esse direito fundamental de todo cidadão"

247 - A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL) afirma que a guerra entre facções do PSL é irracional e que o Brasil deveria ter candidaturas avulsas. Ela diz: "o problema não é o PSL. O problema está em escravizar as pessoas a partidos. Esse modelo está completamente falido (...) O Pacto de San José da Costa Rica, do qual somos signatários, prevê as candidaturas avulsas, basta observar esse direito fundamental de todo cidadão."

Em entrevista à revista Época, a deputada comentou sobre a caixa-preta do PSL: "não tenho como avaliar para além do achismo. A meu ver, no entanto, essa tal caixa-preta está presente em todos os partidos. A questão é que a imprensa só se preocupa com o PSL. O bom seria abrir todas as caixas-pretas e, de uma vez por todas, mudar esse sistema ultrapassado."

Sobre Luciano Bivar, presidente de seu partido, ela diz: "meu contato com o presidente Bivar é distante. O que posso dizer é que todas as vezes em que conversei com ele (pessoalmente ou por telefone), ele se mostrou uma pessoa educada, democrática, respeitosa para com os pensamentos alheios. Acerca de alguns temas, temos visões antagônicas, mas ele nunca foi grosseiro em relação a isso. Acredito que ele jamais oporia qualquer resistência a um pedido educado do presidente Jair Bolsonaro. Essa confusão toda parece irracional para mim. Por que o presidente diz que Bivar está queimado ao mesmo tempo que mantém o ministro do Turismo (Marcelo Álvaro Antônio)? Esse comportamento é contraditório. As acusações que pesam contra Bivar são próximas àquelas atribuídas ao ministro do Turismo. Neste último caso, parlamentares alegaram ter sido ameaçadas. Se um incomoda, o outro deveria incomodar também. Em virtude dessa dualidade, creio que a disputa tenha outro motivo."

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247