Dilma: com o Distritão, vão riscar do mapa qualquer oposição política, progressista e de esquerda

Durante ato no Rio de Janeiro em defesa do Estado Democrático de Direito, realizado na UFRJ, a presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, criticou o sistema de votação aprovado pelos deputados; ela também destacou a "irresponsabilidade" do PSDB, que segundo ela "viabilizou o que há de mais extrema direita hoje nesse País, que é o Bolsonaro"

Dilma
Dilma (Foto: Gisele Federicce)

Rio 247 - A presidente deposta pelo golpe, Dilma Rousseff, criticou duramente na noite desta sexta-feira 11 o sistema de votação aprovado pelos deputados da comissão da Reforma Política essa semana, o Distritão.

"Com o Distritão, vão riscar do mapa qualquer oposição política, progressista e de esquerda", disse. "Eles sabem que é um processo e que precisam garantir o dia seguinte, que é 2018. A primeira etapa foi o impeachment, mas têm outras", completou.

Em discurso durante ato no Rio de Janeiro em defesa do Estado Democrático de Direito, realizado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ela também destacou a "irresponsabilidade" do PSDB, que "viabilizou o que há de mais extrema direita hoje nesse País, que é o Bolsonaro".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247