Dilma recorre a Paes e a Pezão para fechar reforma

Diante da possibilidade de que os deputados peemedebistas não ocupem dois ministérios na reforma, como prometido, presidente Dilma Rousseff acionou o prefeito e o governador do Rio de Janeiro para que convençam o líder, Leonardo Picciani, também do Rio, a aceitar apenas a indicação para a Saúde; o governo promete mais espaço no futuro

Presidenta Dilma Rousseff, o governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito Eduardo Paes, e o presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Nuzmann, durante reunião (Fernando Frazão/Agência Brasil)
Presidenta Dilma Rousseff, o governador Luiz Fernando Pezão, o prefeito Eduardo Paes, e o presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Nuzmann, durante reunião (Fernando Frazão/Agência Brasil) (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Em um impasse na reforma administrativa, a presidente Dilma Rousseff recorreu ao governador do Rio de Janeiro, Luiz Pezão, e ao prefeito Eduardo Paes para tentar um acordo com o PMDB. É o que afirma a colunista Vera Magalhães. Leia:

Rio 40 graus

Dilma Rousseff decidiu acionar os peemedebistas Luiz Fernando Pezão, governador do Rio, e Eduardo Paes, prefeito da capital, para tentar conter a rebelião da bancada na Câmara diante da possibilidade de que os deputados não ocupem dois ministérios na reforma, como prometido. A presidente quer que os dois convençam o líder, Leonardo Picciani, também do Rio, a aceitar apenas a indicação para a Saúde –mediante o aceno de que pode haver mais espaço no futuro.

Não fecha A bancada recebeu a promessa de que poderia indicar nomes para dois ministérios e não se convence a incluir a manutenção de Henrique Alves (Turismo) e Eliseu Padilha (Aviação Civil) nessa cota.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247