Dispara abertura de covas em cemitério da Vila Formosa, em São Paulo: de 50 a 300 por dia

Média diária de abertura de covas no cemitério da zona leste da capital paulista passou de 50 para 300. Foram mobilizadas também 13 máquinas retroescavadeiras. Área onde as covas foram abertas estava desativada há 30 anos

Funcionários abrem novas covas em cemitério para receber mortos por Covid-19
Funcionários abrem novas covas em cemitério para receber mortos por Covid-19 (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A média diária de abertura de covas no cemitério da Vila Formosa, zona leste de São Paulo, cresceu de 50 para 300 para atender a aceleração do número de mortes provocadas pela Covid-19. 

O dado foi divulgado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. Segundo reportagem da CNN Brasil, “a expansão do cemitério é uma das medidas do plano de contingência funerária anunciada esta semana pelo prefeito Bruno Covas.”

A matéria ainda informa que “de acordo o diretor do Sindicato do Servidores Públicos Municipais (Sindsep), Manoel Noberto, que também é sepultador no cemitério da Vila Formosa, treze máquinas retroescavadeiras foram empregadas na abertura das sepulturas. Segundo ele, a área onde as covas foram abertas estava desativada há 30 anos.”

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email