Dissertação de mestrado de Witzel tem 63 parágrafos copiados de 6 autores

No trabalho do governador do Rio, 21 das 139 páginas são pré-textuais, como dedicatória e índice, e pós-textuais, como referências bibliográficas. Considerando as 118 páginas do miolo, ao menos 19 páginas têm trechos copiados de outros autores (16% desse total). Dos 6 autores com passagens semelhantes encontradas, 5 não constam na bibliografia da dissertação

(Foto: Fernando Frazão - ABR)

Por Matheus Magenta, da BBC News Brasil - A dissertação de mestrado defendida pelo então juiz federal Wilson Witzel, hoje governador do Rio de Janeiro pelo PSC, tem ao menos 63 parágrafos copiados de trabalhos publicados por outros seis autores, incluindo um artigo inteiro e a íntegra de um capítulo de outro texto.

Em sua dissertação, 21 das 139 páginas são pré-textuais, como dedicatória e índice, e pós-textuais, como referências bibliográficas. Considerando as 118 páginas do miolo do trabalho, ao menos 19 páginas têm trechos copiados de outros autores (16% desse total). Dos 6 autores com passagens semelhantes encontradas, 5 não constam na bibliografia da dissertação. O autor exceção aparece, no entanto, citado por um outro trabalho.

Leia aqui a íntegra da reportagem da BBC.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247