Dois torcedores dos Santos morrem após briga com palmeirenses em posto de combustível em Mauá

Uma briga iniciada por volta das 22h de domingo entre torcedores de times de futebol terminou com dois santistas mortos. A Guarda Civil Municipal (GCM) informou que a confusão foi desencadeada após parte da torcida do Santos chegar armada com pedaços de pau para enfrentar um grupo de palmeirenses

As partidas estão marcadas para o dia 25 de novembro, na Vila Belmiro, em Santos, e para o dia 2 de dezembro, no Allianz Parque, em São Paulo; Palmeiras e Santos reeditam a final do Campeonato Paulista deste ano, na ocasião, vencido pela equipe do litoral paulista; ambas as equipes mandaram representantes para o sorteio
As partidas estão marcadas para o dia 25 de novembro, na Vila Belmiro, em Santos, e para o dia 2 de dezembro, no Allianz Parque, em São Paulo; Palmeiras e Santos reeditam a final do Campeonato Paulista deste ano, na ocasião, vencido pela equipe do litoral paulista; ambas as equipes mandaram representantes para o sorteio (Foto: Luis Mauro Queiroz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma briga em Mauá, na Grande São Paulo, entre torcedores do Santos e do Palmeiras terminou com duas pessoas mortas neste domingo (23). Três homens, que também estavam envolvidos, foram detidos pela Guarda Civil Municipal (GCM). A informação é do portal G1.

O aconteceu em um posto de combustível na Avenida Portugal, uma das principais da cidade, por volta das 22h, quando um grupo de palmeirenses comemorava a vitória do time por 2 a 0 contra o Santos, acrescenta a reportagem.

A Guarda Civil Municipal (GCM) informou que os santistas chegaram armados com pedaços de pau e começou uma briga entre os torcedores. Dois torcedores do Santos foram baleados e morreram antes de chegar ao Hospital.

“Eles disseram que como estavam em minoria, em menor número, na hora do confronto, para defesa deles próprios eles resolveram aí a sacar arma de fogo pra tentar se defender e se desvencilhar das agressões por parte da outra torcida. Os mesmos foram abordados e conduzidos ao 1º Distrito Policial onde foi feita a confissão por parte dos mesmos”, afirmou o GCM André Gonçalves.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247