Eduardo Bolsonaro pede “prisão por crime de estupro” à acusadora de Neymar

Após a Polícia Civil de São Paulo indiciar a modelo Najila Trindade Mendes de Souza por fraude processual, denúncia caluniosa e extorsão contra o jogador Neymar, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que ela deveria ser presa pelo mesmo crime de estupro que diz ter sido vítima

Eduardo Bolsonaro e Najila Trindade
Eduardo Bolsonaro e Najila Trindade (Foto: Alan Santos/PR | Reprodução)

247 - Após a Polícia Civil de São Paulo indiciar, nesta terça-feira (10), a modelo Najila Trindade Mendes de Souza por fraude processual, denúncia caluniosa e extorsão contra o jogador Neymar, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou que ela deveria ser presa pelo mesmo crime de estupro que diz ter sido vítima.

No Twitter, o parlamentar compartilhou uma publicação do cineasta Josias Teófilo, que dizia: "Quedê aquelas que comentavam: prefiro acreditar numa mulher que num estuprador?". 

O filho de Jair Bolsonaro escreveu: "O politicamente correto faz isso com a sociedade, reduz a justiça a critérios pré-selecionados que independem dos fatos.  Neymar é vítima e por mim essa falsa acusadora receberia a mesma pena que ela desejava para o Neymar: prisão pelo crime de estupro".

"Neymar é vítima e por mim essa falsa acusadora receberia a mesma pena que ela desejava para o Neymar: prisão pelo crime de estupro", acrescentou.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247