Escravo que comprou sua liberdade e um dos maiores arquitetos do País, Tebas terá estátua em SP

O monumento ficará na praça Clóvis Bevilácqua, entre as igrejas da Sé e do Carmo. Os dois templos tiveram intervenções do arquiteto

Tebas
Tebas (Foto: Wikimedias Commons)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Homem escravizado que comprou sua liberdade e se tornou um dos maiores arquitetos do Brasil, Joaquim Pinto de Oliveira, conhecido como Tebas, terá estátua em sua homenagem em São Paulo.

A obra é do artista plástico mineiro Lumumba Afroindígena com coautoria da arquiteta Francine Moura. A obra foi financiada pela Secretaria Municipal de Cultura da cidade e será entregue no dia 20 de novembro, em que se comemora a luta do povo negro.

A estátua é feita de aço inox, ferro e concreto aparente na base e busca retratar sua condição de escravizado, sua liberdade, o sucesso profissional e o seu apagamento histórico.

Ela ficará na praça Clóvis Bevilácqua, próxima à praça da Sé, entre as igrejas da Sé e do Carmo. Os dois templos tiveram intervenções do arquiteto. Foi trabalhando nelas que ele conseguiu, aos 57 anos, juntar dinheiro suficiente para pagar por sua alforria. 

Ele foi um dos responsáveis pela modernização de São Paulo no século XVIII.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247