Folia zero: quem insistir em fazer bloquinhos no Rio será multado e terá equipamento de som confiscado

Prefeitura do Rio proíbe desfiles e blocos de rua durante o Carnaval. Quem insistir na folia será multado e terá equipamento de som confiscado, carros vindos de fora da capital também serão proibidos de circular

Associação adia Carnaval do Rio e alerta para a necessidade de vacina contra a Covid-19
Associação adia Carnaval do Rio e alerta para a necessidade de vacina contra a Covid-19 (Foto: Tânia Rêgo - Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Prefeitura do Rio de Janeiro estabeleceu novas regras nesta sexta-feira (5) para o período de Carnaval. Entre os dias 12 e 22 de fevereiro, estão proibidos os desfiles de agremiações e blocos carnavalescos. O comércio ambulante, geralmente autorizado anualmente para transitar nos eventos de rua pela cidade, também foi cancelado. No Carnaval de 2020, quase 500 blocos foram credenciados para a festa popular na cidade.

Segundo informações do Portal CNN, a entrada de ônibus e demais veículos de fretamento ficará proibida na capital, salvo para serviços regulares para funcionários de empresas ou para hotéis, cujos passageiros comprovem reserva de hospedagem. No ano de 2020, a capital recebeu 321 mil de turistas.

De acordo com o decreto, agentes do município estão autorizados a apreender produtos dos camelôs e até reter instrumentos musicais de blocos clandestinos. Carros de som também poderão ser rebocados. Blocos "parados" também estão proibidos.

"O descumprimento do disposto neste decreto poderá ensejar a configuração de crime previsto no Artigo 268 do Código Penal Brasileiro, sem prejuízo das demais sanções cabíveis", escreveu o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, conforme publicado no portal G1. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email