Garotinho diz que mandou recado a Flávio Bolsonaro há um ano: “PT não é o maior inimigo”

“O PT está longe de ser o inimigo número um do presidente hoje, há grupos articulados que não sossegarão enquanto não lhe tirarem da cadeira. Seu filho foi avisado há um ano”, disse o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho

Em situação similar à de Lula, TSE autoriza candidatura Garotinho no Rio
Em situação similar à de Lula, TSE autoriza candidatura Garotinho no Rio (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Revista Fórum - Em publicação no Facebook no último sábado (11), o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, escreveu um “aviso ao presidente Jair Bolsonaro” e a seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, sobre uma suposta perseguição de servidores do estado do Rio “com forte apoio empresarial e tentáculos em outros poderes”, e que o PT “não é o maior inimigo”.

“No início do ano passado enviei ao senador Flávio Bolsonaro, através de um emissário de confiança, informações do que iria acontecer com sua família. Traição, ingratidão e uso da polícia para fins políticos. Versões que viraram realidade”, escreveu o ex-governador.

“Seria covardia da minha parte não alertar ao presidente que os mesmos os bandidos que atuaram contra mim estão unidos e com baterias prontas para acabar com sua vida política, pessoal e seu governo”, continuou.

“O PT está longe de ser o inimigo número um do presidente hoje, há grupos articulados que não sossegarão enquanto não lhe tirarem da cadeira. Seu filho foi avisado há um ano”, diz outro trecho.

Leia a íntegra na Revista Fórum.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247