Globo garante na Justiça acesso de jornalistas em coletivas e derruba medida de Crivella

A ação movida pelo Grupo Globo questiona a medida do prefeito Marcelo Crivella de proibir a entrada de jornalistas da emissora nas agendas do município. A decisão ainda determina que a prefeitura "abstenha-se de impedir o acesso'' das equipes, sob pena de multa de R$ 10 mil a cada descumprimento

(Foto: ABr | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A juíza Alessandra Cristina Tufvesson, da 8ª Vara de Fazenda Pública, concedeu liminar nesta segunda-feira (16) garante a participação de jornalistas do Grupo Globo em eventos abertos à imprensa, incluindo entrevistas coletivas, promovidos pela Prefeitura do Rio.

A ação movida pelo Grupo Globo questiona a medida da prefeitura do Rio de Janeiro de proibir a entrada de jornalistas da emissora nas agendas do município. A decisão ainda determina que a prefeitura  "abstenha-se de impedir o acesso'' das equipes de reportagem, sob pena de multa de R$ 10 mil a cada descumprimento.

Para a juíza, o impedimento determinado pelo prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) de empresas do Grupo Globo é uma "violação a direito fundamental''. A decisão garante as empresas do grupo a participação nos eventos, "com a possibilidade de formular perguntas, em igualdade de direitos com os demais participantes membros da imprensa'', e o acesso a todas as informações divulgadas abertamente à impressa de modo geral.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247