Governador do Rio defende adiamento do Enem

Ao pedir o adiamento do Enem, o governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, alegou déficit de aprendizagem de parte dos alunos, principalmente os mais vulneráveis, nesta pandemia da Covid-19

Cláudio Castro
Cláudio Castro (Foto: Carlos Magno/GOVRJ)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, e o secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt, defenderam o adiamento do Enem, marcado para este domingo (17). O governo alegou déficit de aprendizagem de parte dos alunos, principalmente os mais vulneráveis, que não tiveram condições de se preparar para o exame em 2020 e terão que competir com alunos da rede particular.

"Essa é uma decisão do Governo Federal, mas, ainda assim, somos favoráveis a esse adiamento, pois muitos dos nossos alunos, do Brasil todo, não só do Rio de Janeiro, não tiveram o acesso suficiente à conectividade para esse realizar de forma plena esse processo", disse o chefe do Executivo fluminense em live na internet. 

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) manteve a decisão da Justiça Federal de manter as datas do domingo próximo (17) para a realização do exame. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email