Greve dos petroleiros cresce e já paralisa todas as plataformas do litoral paulista

247 - A greve dos petroleiros ganha força com a adesão, neste domingo (16), dos trabalhadores da plataforma de Merluza, na bacia de Santos. Com isso, todas as plataformas da base do litoral paulista estão em greve.

Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o coordenador da Federação Nacional do Petroleiros (FNP), Adaedson Costa, rebateu as declarações da direção da Petrobrás, que diz que não está havendo redução de produção por causa do movimento.

"A produção não para com a greve, mas diminuiu. A Petrobrás mente. Foi assim também em 2015 e depois, no relatório anual, teve que confessar o prejuízo", denuncia o sindicalista.

Ele afirma que não deverá faltar derivados no mercado pela possibilidade de importação e pelo fraco crescimento da economia, mas alerta que o movimento não pára de crescer e esta semana ganhará mais força com a paralisações dos caminhoneiros.