Guerra aberta contra a dengue em toda a cidade

Imveis fechados sero invadidos por fiscais das secretarias da Sade e da Defesa Civil na Zona Oeste; ao tem amparo legal; blitz comea amanh por Sepetiba; municpio faz mobilizao geral na sexta-feira; no estado so mais de 11 mil casos notificados, seis mil na capital s em janeiro e fevereiro deste ano; tipo 4 preocupa

Agência Rio-A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio informou nesta terça-feira (28) que nesta quarta (29) seus agentes vão realizar ingresso forçado em quatro imóveis de Sepetiba - Zona Oeste da cidade - para identificação e eliminação de possíveis focos de mosquito (Aedes aegypti) transmissor da dengue.

 

Na quinta-feira (1º), o procedimento será repetido em outros quatro imóveis na mesma região, com o mesmo objetivo, em operações sob amparo do decreto 34.377, de 31/8/2011, que autoriza vistorias em imóveis fechados ou abandonados para identificação e eliminação de possíveis focos de mosquito.

 

Conforme programação do Serviço de Vigilância Ambiental da AP (Área de Planejamento 5.3), que abrange bairros da Zona Oeste, entre 9h e 15h30 serão visitados imóveis da Rua Noroeste, 17; Joaquim Severino, 24; Arealva, 60; e Flores, 390/1.

 

Na quinta-feira, 1º de março, também em Sepetiba, as vistorias se estenderão às ruas Itamogi, 13/1; Santa Beatriz de Vicência; Praia de Sepetiba, 62, c/11; e Estrada de Sepetiba, 6000.

 

Na sexta-feira, 2, em Santa Cruz, das 9h às 15h30, os agentes de saúde estarão nas ruas Mara, 180/1; Alfredo de Melo Alvim, 120; Via A1, 124; e Elbenezer, 12.

 

As vistorias são agendadas depois de notificações aos proprietários dos imóveis, alertando-os quanto aos perigos de água empoçada e de acúmulo de lixo e detritos que contribuem para o aparecimento do Aedes aegypti.

O maior número de registro de casos foram detectados em Bangu, Realengo e Campo Grande, na Zona Oeste, e Madureira, no subúrbio do Rio. A Central de atendimento, 1746, recebe ligações de denúncias sobre o assunto.No município do Rio, segundo a Secretaria municipal de Saúde, nas duas últimas semanas foram registrados mais 427 casos - 41 do tipo 4.

O estado do Rio de Janeiro já contabiliza 11.280 casos suspeitos de dengue notificados nos dois primeiros meses do ano. Na cidade do Rio são 6.565, até 25 de fevereiro. Nenhuma morte foi registrada até agora, mas o tipo 4 do vírus já foi registrado na capital, Niterói, Baixada Fluminense e Nova Iguaçu.
Na próxima sexta-feira (2),  acontecerá a 10ª Caminhada de Mobilização contra a Dengue, com grupos saindo de todas as unidades da cidade.
A Secretaria estadual de Saúde informa ainda que os dados de casos notificados foram compilados a partir de números inseridos no sistema pelos municípios de todo o estado até hoje (28).


 

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247