Janot vai pedir inquérito sobre Pedro Paulo

Pedido, que será apresentado nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF), terá como base a Lei Maria da Penha; o secretário municipal de Coordenação de Governo do Rio é acusado de agredir a ex-mulher em 2010 como socos e pontapés e de ameaçar "sumir" com a filha do casal; Pedro Paulo é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2016

Pedido, que será apresentado nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF), terá como base a Lei Maria da Penha; o secretário municipal de Coordenação de Governo do Rio é acusado de agredir a ex-mulher em 2010 como socos e pontapés e de ameaçar "sumir" com a filha do casal; Pedro Paulo é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2016
Pedido, que será apresentado nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF), terá como base a Lei Maria da Penha; o secretário municipal de Coordenação de Governo do Rio é acusado de agredir a ex-mulher em 2010 como socos e pontapés e de ameaçar "sumir" com a filha do casal; Pedro Paulo é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2016 (Foto: Roberta Namour)

247 - O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai pedir abertura inquérito contra o secretário municipal de Coordenação de Governo do Rio, Pedro Paulo Carvalho, por agressão a ex-mulher Alexandra Marcondes.

O pedido que será apresentado nesta semana ao Supremo Tribunal Federal (STF) terá como base a Lei Maria da Penha. Ele é acusado de agredir a ex-mulher em 2010 como socos e pontapés e de ameaçar "sumir" com a filha do casal.

Pedro Paulo é pré-candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro em 2016 e teve sua indicação defendida pelo atual prefeito Eduardo Paes, assim como pelo governador Luiz Pezão e outros dirigentes do PMDB.

Leia aqui na reportagem de Jailton de Carvalho sobre o assunto.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247