Justiça concede semiaberto a condenado pela morte de Eloá

Lindemberg Alves Fernandes foi condenado a uma pena de 39 anos, 3 meses e 10 dias de prisão pelo assassinato de Eloá Cristina Pimentel, sua a ex-namorada, em outubro de 2008

www.brasil247.com - Eloá Cristina Pimentel
Eloá Cristina Pimentel (Foto: Reprodução)


247 - A Justiça de São Paulo autorizou Lindemberg Alves Fernandes, 34, a cumprir o restante de sua pena em regime semiaberto. Ele foi condenado a uma pena de 39 anos, 3 meses e 10 dias de prisão pelo assassinato de Eloá Cristina Pimentel, sua a ex-namorada, em outubro de 2008. A informação é do jornalista Rogério Gentile, em sua coluna no portal UOL. 

Eloá tinha 15 anos e terminara o namoro com Lindemberg, que trabalhava como entregador de pizza. Buscando reatar o romance, ele entrou armado no edifício onde morava a garota, em Santo André, e a fez refém, assim como outros três amigos com quem ela estava fazendo um trabalho de escola.

Após mais de cem horas de tensão, quando a polícia invadiu o apartamento, Lindemberg matou Eloá com dois tiros e feriu uma amiga, que, mesmo tendo sido libertada por ele, voltara ao local do sequestro a pedido da polícia.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email