Litoral paulista tem 11 mortes por afogamento no feriado prolongado

O litoral de São Paulo registrou 11 mortes por afogamento neste fim de semana ensolarado de feriado prolongado de 7 de Setembro. As ocorrências têm relação com o alto índice de turistas que se deslocaram para as praias do litoral

Estado de São Paulo registra ao menos 11 mortes por afogamento no litoral
Estado de São Paulo registra ao menos 11 mortes por afogamento no litoral (Foto: Divulgação/Grupamento de Bombeiros Marítimo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernanda Cruz – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O litoral de São Paulo registrou 11 mortes por afogamento neste fim de semana ensolarado de feriado prolongado de 7 de Setembro. Foram três mortes em Guarujá; uma em Bertioga; três em Mongaguá; uma em Ubatuba e mais três na área metropolitana da cidade de São Paulo.

As ocorrências têm relação com o alto índice de turistas que se deslocaram para as praias do litoral, mesmo com a orientação do governo de São Paulo para que a população evitasse aglomerações no período, para não aumentar o contágio do novo coronavírus.

A Polícia Militar intensificou o patrulhamento ostensivo na orla, nos quiosques, bares e restaurantes. São cerca de 20 mil policiais, com o uso diário de 7,2 mil viaturas, 880 motocicletas, 35 cavalos, 11 helicópteros Águia, além de oito drones que monitoram pontos estratégicos nas rodovias e áreas urbanas.

Os policiais usaram ainda megafones para divulgar mensagens de conscientização e prevenção às aglomerações.

A operação tem também 200 profissionais da Vigilância Sanitária trabalhando na fiscalização e orientação dentro de estabelecimentos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email