Lula reafirma acordo com Freixo e o PSB no Rio: "Ceciliano é meu único candidato"

A fala foi gravada com André Ceciliano nesta sexta-feira e isola ainda mais Alessandro Molon, que insistiu na candidatura apesar do acordo com seu partido, o PSB

www.brasil247.com -
(Foto: Ricardo Stuckert)


247 - O ex-presidente Lula reafirmará o compromisso com o acordo político que garantiu o apoiado PT à candidatura de Marcelo Freixo no Rio de Janeiro.

O ex-presidente e candidato à sucessão de Jair Bolsonaro gravou nesta sexta-feira um vídeo com André Ceciliano, candidato do PT ao Senado no Rio de Janeiro.

A revelação foi feita por Guilherme Amado, em sua coluna no Metrópoles.

Na gravação, o ex-presidente ressaltou que o petista é seu único candidato ao Senado no estado, em referência indireta a Alessandro Molon, candidato pelo PSB.

Disse Lula:

“Não dois, três nem quatro senadores. Eu só tenho um candidato a senador. É André Ceciliano meu único candidato a senador”.

Alessandro Molon, que é presidente do PSB no Rio de Janeiro, manteve sua candidatura ao Senado, apesar do acordo político selado com seu partido em âmbito nacional, que estabelecia Freixo como candidato a senador e André Ceciliano para o Senado, ambos apoiando a candidatura de Lula.

Lideranças nacionais do PSB manifestaram publicamente contrariedade com a candidatura imposta por Molon, mas não contrariaram a decisão do diretório estadual.

Ainda assim, o PT manteve o apoio a Freixo e decidiu que, no palanque de Lula, haverá apenas um candidato ao Senado, Ceciliano.

 



O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email