Mais de 30 PMs envolvidos em crimes violentos são candidatos no Rio

Policiais militares são réus ou foram condenados em primeira instância; acusações vão de extorsão a corrupção, tortura e homicídio

(Foto: PMERJ/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Jornal GGN - Mais de 30 policiais militares acusados de crimes violentos estão disputando a eleição no Rio de Janeiro. Dentre os candidatos estão agentes que respondem a processos por homicídio, tortura, corrupção e extorsão, sendo que um deles foi condenado por chefiar uma milícia.

Segundo o jornal O Globo, apenas um dos acusados disputa a prefeitura: o capitão Diogo Souza da Silveira, candidato pelo PSDB na cidade de Cabo Frio. Junto com outros três agentes, Silveira é acusado de participar do homicídio de um estudante de 13 anos em março de 2012, durante operação em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Outro policial na lista é o sargento Wainer Teixeira Junior, que estava preso até março, condenado a cinco anos e três meses por chefiar uma milícia na cidade de Maricá que matou desafetos, traficantes e usuários de drogas para controlar bairros do município.

Continue lendo no Jornal GGN

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247