Mortes por Covid-19 entre motoristas e cobradores disparam: 42,3%

O número de motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo que morreram em decorrência da Covid-19 subiu 42,3% em sete semanas. Até o dia 31 de agosto, a categoria havia contabilizado 74 mortes relacionadas à doença

TRT declara greve ilegal
TRT declara greve ilegal (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Motoristas e cobradores de ônibus da cidade de São Paulo trabalham sob pressão diante dos novos dados de mortes na categoria por covid-19. O aumento foi de 42,3% nas últimas 7 semanas - até o dia 31 de agosto. 

A reportagem do jornal Agora destaca que “os dados foram divulgados pelo Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo. No dia 10 de julho, o número de mortos entre os profissionais da categoria era de 52. Em junho, eram 35 óbitos.”

A matéria ainda informa que “a quantidade de casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus teve aumento de 45,2% no mesmo período, passando de 208 para 302 registros. Em relação aos casos suspeitos, a elevação foi de 747 para 819 (9,6% a mais).”

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247