No Rio, Jefferson tem dieta especial e cela individual

Preso no Instituto Penal Cel. PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, Roberto Jefferson foi alimentado com uma "dieta alternativa feita por nutricionistas" do presídio, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária; ele havia pedido alimentos sem gordura, por conta das cirurgias que já foi submetido; ao contrário de outros condenados na AP 470, ex-deputado está sozinho na cela e não precisou viajar a Brasília para começar a cumprir pena

Preso no Instituto Penal Cel. PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, Roberto Jefferson foi alimentado com uma "dieta alternativa feita por nutricionistas" do presídio, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária; ele havia pedido alimentos sem gordura, por conta das cirurgias que já foi submetido; ao contrário de outros condenados na AP 470, ex-deputado está sozinho na cela e não precisou viajar a Brasília para começar a cumprir pena
Preso no Instituto Penal Cel. PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, Roberto Jefferson foi alimentado com uma "dieta alternativa feita por nutricionistas" do presídio, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária; ele havia pedido alimentos sem gordura, por conta das cirurgias que já foi submetido; ao contrário de outros condenados na AP 470, ex-deputado está sozinho na cela e não precisou viajar a Brasília para começar a cumprir pena (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O ex-deputado Roberto Jefferson, que confessou ter recebido R$ 4 milhões em caixa dois pelo esquema do chamado 'mensalão', foi preso nesta segunda-feira 24 e passou a noite no Instituto Penal Cel. PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, no Rio de Janeiro. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, ele recebe uma dieta alternativa, preparada pelos nutricionistas do presídio, e tem uma cela só pra ele.

"Foi feita por nutricionistas uma dieta alternativa, buscando atender às necessidades do preso", informou a Secretaria de Administração Penitenciária. Jefferson havia pedido alimentos sem gordura, devido às cirurgias que foi submetido para a retirada de um câncer no pâncreas. Sua defesa pede para que ele cumpra prisão domiciliar por conta da alimentação "rígida" que afirma que precisa seguir.

O tratamento dado a Jefferson é no mínimo contrastante com os de outros condenados na AP 470, que vivem em celas coletivas. Diferentemente de réus como José Dirceu, José Genoino, Delúbio Soares e Marcos Valério, que tiveram de deixar seus estados para serem presos em Brasília, às vistas de toda a imprensa, Jefferson não precisou sair do Rio e suas fotos tiveram pouco destaque nos jornais.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email