Paes diz que concorrerá ao governo e será seu próprio secretário de Segurança

"Estou decidido a disputar o governo do estado. Estou convencido que o tema segurança pública é essencial para o Rio de Janeiro, que, se não avançarmos nisso, pode fazer Transolímpica, Transbrasil, Tanscarioca, Porto Maravilha que esta cidade e este estado não têm solução. E já afirmo que, se eleito governador, serei o secretário de Segurança Pública. Não delegarei essa função a ninguém", declarou o atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), em entrevista ao jornal O Globo

Rio de Janeiro - Coletiva de imprensa com o prefeito Eduardo Paes, para falar sobre o vazamento da conversa entre ele e o ex-presidente Lula (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - Coletiva de imprensa com o prefeito Eduardo Paes, para falar sobre o vazamento da conversa entre ele e o ex-presidente Lula (Tânia Rêgo/Agência Brasil) (Foto: Gisele Federicce)

Rio 247 - Em entrevista ao jornal O Globo neste domingo 6, o atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), que passará o posto para Marcelo Crivella (PRB) a partir do ano que vem, confirmou ser candidato ao governo do Estado em 2018 e anunciou que será seu próprio Secretário de Segurança. Ele diz que tem percebido "uma vontade no partido" para que ele saia candidato, e que pretende continuar no PMDB.

"Estou decidido a disputar o governo do estado. Estou convencido que o tema segurança pública é essencial para o Rio de Janeiro, que, se não avançarmos nisso, pode fazer Transolímpica, Transbrasil, Tanscarioca, Porto Maravilha que esta cidade e este estado não têm solução. E já afirmo que, se eleito governador, serei o secretário de Segurança Pública. Não delegarei essa função a ninguém", declarou.

Sobre a derrota de seu sucessor, Pedro Paulo (PMDB), nas eleições municipais, ele afirma não ter se arrependido da escolha do nome, pois era o que "melhor representava" seu governo, e que "continuaria avançando com as políticas que nós implementamos". Paes, que conta ter conversado com o seu sucessor por telefone após a eleição, quando se colocou à disposição, diz que resta a ele "respeitar o resultado" da disputa.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247