Pedido de plebiscito sobre venda da Cedae já tem mais de 26 mil adesões

Após a aprovação da venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), com o apoio de mais 28 deputados propôs a realização de um plebiscito para ouvir a população. Na internet, a organização Meu Rio promove campanha "Plebiscito da Cedae", para pressionar o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), a colocar a proposta em discussão. No site da organização cerca 26.788 pessoas já aderiram à campanha, enviando e:mail para o presidente da Alerj, cobrando a realização do plebiscito  

Após a aprovação da venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), com o apoio de mais 28 deputados propôs a realização de um plebiscito para ouvir a população. Na internet, a organização Meu Rio promove campanha "Plebiscito da Cedae", para pressionar o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), a colocar a proposta em discussão. No site da organização cerca 26.788 pessoas já aderiram à campanha, enviando e:mail para o presidente da Alerj, cobrando a realização do plebiscito
 
Após a aprovação da venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), com o apoio de mais 28 deputados propôs a realização de um plebiscito para ouvir a população. Na internet, a organização Meu Rio promove campanha "Plebiscito da Cedae", para pressionar o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), a colocar a proposta em discussão. No site da organização cerca 26.788 pessoas já aderiram à campanha, enviando e:mail para o presidente da Alerj, cobrando a realização do plebiscito   (Foto: Fatima 247)

Rio 247 - Após a aprovação da venda da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, antes do Carnaval, a deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), com o apoio de mais 28 deputados deputados da casa propôs a realização de um plebiscito sobre o tema. Segundo a deputada Enfermeira Rejane, assunto tão polêmico, que tem gerado protestos na cidade, precisa ser debatido por toda a sociedade fluminense.

Na internet, a organização Meu Rio promove campanha "Plebiscito da Cedae", para pressionar o presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), a colocar a proposta em discussão na casa. A decisão sobre o plebiscito ainda precisa publicada no Diário Oficial para que o projeto siga para votação.  

O projeto, aprovado no dia 20 de fevereiro, na Alerj apenas autoriza a venda da Cedae, como contrapartida de um empréstimo de R$ 3,5 bilhões. e segundo a organização Meu Rio, ainda há espaço para que a população seja ouvida sobre os rumos da companhia e o plebiscito garantiria que isso acontecesse.

No site da organização cerca 26.788 pessoas já aderiram à campanha, enviando e:mail para o presidente da Alerj, cobrando a realização do plebiscito.

 
"Excelentíssimo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, foi protocolado pela deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), com a assinatura de mais 28 deputados, um pedido de plebiscito para que a população fluminense decida sobre o projeto de privatização da Cedae. Como somos os principais afetados pela crise financeira, acredito que temos o direito de participar da decisão sobre o futuro da Cedae. Por isso, é urgente que você publique o pedido no Diário Oficial para que ele possa tramitar dentro da Casa e, posteriormente, vá à votação em plenário. Certo de que o senhor está ao lado da população fluminense e da democracia, peço que o pedido de plebiscito seja imediatamente publicado no Diário Oficial".

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247