Petrobras descarta riscos da plataforma SS53

Após registro de problemas, companhia informou que plataforma na Bacia de Campos (RJ) está estabilizada e não corre o risco de afundar, não especificando o incidente ocorrido

Após registro de problemas, companhia informou que plataforma na Bacia de Campos (RJ) está estabilizada e não corre o risco de afundar, não especificando o incidente ocorrido
Após registro de problemas, companhia informou que plataforma na Bacia de Campos (RJ) está estabilizada e não corre o risco de afundar, não especificando o incidente ocorrido (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil
Uma plataforma da empresa Noble, que está a serviço da Petrobras, adernou na madrugada de hoje (28) na Bacia de Campos. Segundo a assessoria de imprensa da Petrobras, uma equipe de contingência está neste momento no local tentando estabilizar a plataforma SS-53.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa, não há risco de afundamento. A Petrobras não deu mais detalhes sobre o incidente.

Segundo o diretor do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), Vitor Carvalho, a SS-53 é uma sonda de perfuração de poços, mas há informações de que ultimamente ela era usada como alojamento para pessoal que trabalha na manutenção de unidades de produção em alto-mar.

“Ela teria sofrido um descontrole e adernou. Durante a madrugada, recebemos informações de que o pessoal não afeito à área técnica da plataforma foi evacuado. Só o pessoal técnico da Noble permaneceu”, disse Vitor.

A plataforma foi construída em 1998 e está registrada sob a bandeira da Libéria, país da África ocidental.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email