Pezão pode ter feito manobra para livrar Cunha de Sergio Moro

Ao nomear a ex-prefeita de Rio Bonito Solange Almeida (PMDB) para o cargo de secretária de Proteção e Apoio à Mulher e ao Idoso do Estado do Rio, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) pode ter livrado o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a se livrar das garras do juiz Sergio Moro, que o prendeu há quatro meses; isso porque, com o novo cargo, Solange, que é ré na mesma ação, pode passar a contar com foro privilegiado

Eduardo Cunha preso 
Eduardo Cunha preso  (Foto: Leonardo Attuch)

Rio 247 – Ao nomear a ex-prefeita de Rio Bonito Solange Almeida (PMDB) para o cargo de secretária de Proteção e Apoio à Mulher e ao Idoso do Estado do Rio, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) pode ter livrado o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a se livrar das garras do juiz Sergio Moro, que o prendeu há quatro meses.

Isso porque, com o novo cargo, Solange, que é ré na mesma ação, pode passar a contar com foro privilegiado.

As informações são de Matheus Coutinho, Julia Affonso e Fausto Macedo. Eis um trecho da reportagem:

Cunha e Solange foram denunciados pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot em 20 de agosto de 2015 por suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobrás, a acusação foi aceita pelo STF em 3 de março de 2016, mas com a perda de mandato de Cunha em setembro do ano passado, e com a não reeleição de Solange na prefeitura (que lhe dava foro privilegiado), em janeiro de 2017 o Tribunal Regional Federal da 2ª Região determinou que o caso fosse remetido para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba.

O Tribunal, contudo, aguarda para julgar um recurso da defesa de Solange contra a decisão de enviar o caso para Moro. Neste meio tempo, ela foi nomeada secretária de Estado no Rio na segunda-feira, 13. Só depois que a procuradoria devolver que vai ser levado Com isso, caberá ao TRF2 decidir se ela volta a ter foro privilegiado a ação penal poderia seguir na segunda instância.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247